Posts

Vamos falar um pouco mais sobre o Coronavirús, onde se iniciou esta epidemia e o que podemos esperar para os próximos meses.

Há rumores de que este tipo do vírus se iniciou no mercado de Huanan em Wuhan, capital de Hubei. Podemos comparar em nosso País com São Paulo, uma metrópole com uma grande população e muitas empresas, e por ter uma grande malha rodoviária e ferroviária, faz com que muitas pessoas entrem e saiam a todo momento da cidade. Por este motivo o governo chinês declarou quarentena em Wuhan. Hoje se tem a confirmação de 24.640 pessoas infectadas e 492 mortes.

O que este cenário nos afeta falando em comercio exterior?

O Governo chinês proibiu muitas empresas de produzir, tentando assim fazer com que as pessoas não tenham contato uma com as outras, com intenção de minimizar os riscos de mais contaminações e consequentemente mais mortes. Quando falamos de empresas, não nos referimos somente a indústria, mas também as áreas portuárias e aeroportuárias, assim como as aduanas.

As cargas que já estavam prontas nas fabricas, não puderam embarcar e novos pedidos que foram realizados, não puderam ser produzidos. Algumas cidades já foram liberadas a retornarem suas atividades e outras muitas somente irão retornar em 10/02/2020. O governo está analisando a possibilidade de alterar esta data para 17/02/2020.

Há alguns especialistas dizendo que o ponto extremo de mortalidade do vírus será em março e a China somente conseguira controlar a epidemia em maio.

Devido a todo este cenário, antes do feriado chinês partiu da China um grande volume de cargas para os principais portos e aeroportos do mundo, gerando assim um grande acumulo de cargas em Miami e Lisboa por exemplo, fazendo que as companhias aéreas não conseguissem cumprir os prazos pré-estabelecidos junto ao seus clientes gerando a transferência de muitas cargas voo após voo. No lado da exportação, no Brasil, já faltam containers vazios nos portos.

Podemos concluir que o problema gerado para o comércio exterior está apenas iniciando, pois quando a normalidade voltar, não teremos espaços em navios e aeronaves por um período mínimo de 3 meses. Em previsões pessimistas, arrisca-se dizer que se esta situação normalizar até o final de fevereiro, o mercado voltará ao normal somente em julho.

Nossa equipe de logística está acompanhando a situação juntamente com nossos agentes situados nos países afetados, e qualquer alteração deste cenário, de pronto informaremos.

Dúvidas, não deixe de nos contatar.

Por Elton Balthazar Menezes.

Nos últimos dias muito tem se falado sobre o coronavírus que está infectando várias pessoas na China. A doença afeta o sistema respiratório causando febre, tosse, falta de ar e dificuldade para respirar. Os primeiros casos foram identificados na cidade de Wuhan, China. Especialistas ainda investigam como iniciou-se a transmissão.

Autoridades chinesas confirmaram 132 mortes e 5.900 casos de infecção pelo vírus, porém há especulações de que mais de 90 mil pessoas tenham sido infectadas. Há casos de coronavírus identificados em outros países da Ásia, Oceania, Europa e América do Norte. No Brasil, há três casos com suspeita sendo investigados em Belo Horizonte, São Leopoldo e Curitiba.

Você deve estar se perguntando, como esse vírus poderá afetar o Comércio Internacional? Desde o dia 25/01, a China está em feriado devido ao Ano Novo Lunar. A princípio o feriado terminaria em 30/01, porém o retorno foi alterado para o dia 03/02. Alguns locais já estenderam o feriado até o dia 09/02. A informação que recebemos de nossos agentes na origem é que o governo está recomendando às pessoas que fiquem em suas casas.

Com essa extensão do feriado, haverá atraso na produção das mercadorias e no embarque de cargas já prontas. Além disso, caso a situação piore, a OMS (Organização Mundial da Saúde) pode bloquear as fronteiras da China para evitar que a doença disperse ainda mais. Essa é uma péssima notícia para a economia brasileira, visto que havia expectativa de crescimento para o ano de 2020. Além disso, cabe lembrar que o Brasil é fornecedor de commodities para China. Poderemos ter uma queda no setor por conta desse acontecimento.

Nossa equipe de logística está acompanhando a situação juntamente com nossos agentes situados nos países afetados. Dúvidas, não deixe de nos contatar.

Por Natalia Schiavenin.

Fontes: UOL, VEJA.

No ano de 2020 o ano novo Chinês ou ano novo lunar, também denominado Festa da Primavera ou ainda Festa do Tet no Vietnã, será celebrado no dia 25 de janeiro dia do surgimento da primeira Lua nova, com seu término dia 11 de fevereiro de 2021. Diferentemente do calendário ocidental, que é organizado pelo movimento de translação da Terra, o calendário chinês é lunissolar, isto significa, organizado de acordo com a posição do Sol e as fases da Lua. Por este motivo, o ano novo Chinês não tem uma data fixa.

A partir do dia 25 de janeiro que eles começam a celebrar, dependendo do país, as comemorações duram de 3 a 15 dias. Neste período há um grande movimento de pessoas, visitando familiares e fazendo viagens em comemorações a esta data.

A China, considerada uma das maiores potências mundiais, com a segunda maior economia do mundo, ocupando o topo do ranking de exportação e o terceiro em importação, tem uma enorme importância para as operações de comércio exterior no mundo inteiro. Os impactos causados nestas operações são bem grandes pelo fato de muitas empresas de transporte e empresas envolvidas nos processos não estarem atuando por conta do feriado. A dinâmica de transporte e funcionamento do país muda completamente, operações portuárias sofrem alterações e voos de cargas são cancelados.

Neste período exportadores e importadores devem ter muito cuidado ao programar seus embarques, sempre verificando e contatando seu despachante o quanto antes para organizar a dinâmica e o tempo necessário para cumprir os prazos.
Entre em contato conosco, juntos vamos alinhar os processos analisando sempre a melhor opção.

Por Joana Deangelis da Silva.

Na próxima terça-feira, dia primeiro de outubro, é celebrado na China, o feriado chamado de “Golden Week”, este, se estende por aproximadamente uma semana, e é o segundo feriado mais importante da China, perdendo apenas para o ano novo chinês.

A Golden Week é celebrada em duas semanas do ano, a primeira em janeiro ou fevereiro dependendo do calendário lunar. Conhecida como a “Semana Dourada do Ano Novo Lunar Chinês” comemora o ano novo Chinês; a segunda, chamada de a “Semana Nacional do Dia Dourado” celebrada a partir do dia primeiro de outubro ao dia 7 do mesmo mês. O motivo da comemoração em outubro é a Proclamação da República Popular da China, onde em primeiro de outubro de 1949, foi encerrada a guerra civil entre comunistas e nacionalistas do país. Nestes dias há um grande movimento de pessoas partindo para as férias, visitando familiares e em homenagem e comemorações a esta data.

O comércio exterior representa uma grande parte da economia da China, considerada uma das maiores potências mundiais, com a segunda maior economia do mundo, ocupando o topo do ranking de exportação e o terceiro em importação. A movimentação de cargas nos aeroporto e portos deste país são extremamente grandes e o impacto que ocorre pela paralização de muitas empresas exportadoras e importadoras é também muito grande.

Neste período importadores e exportadores devem ter muito cuidado, pois as operações portuárias sofrem alterações e voos de cargas são cancelados. As programações dos embarques devem ser avaliadas de acordo com a demanda da parte interessada. Para evitar possíveis atrasos, mesmo que alguns armadores operem, o grande volume pode impactar significativamente nos prazos de entrega. De acordo com os dados dos anos anteriores a normalização desse serviço ocorre a partir de 2 ou 3 semanas, dependendo da demanda dos aeroportos e portos.

Entre em contato conosco, juntos alinharemos os embarques para evitar possíveis imprevistos, monitorando e analisando sempre a melhor opção.

www.forumbrasilchina.org
www.japan-guide.com
www.mundo-nipo.com.br

Por Joana Deangelis.

Você sabia que o dia 06/06 é feriado na Coréia? Sim, dia do memorial.

E que no dia 07/06 Feriado em Taiwan, China e Hong Kong? 07 de junho: Dragon Boat’s Day Festival (Festival do Barco-Dragão).

Os feriados no continente asiático influenciam diretamente nas importações de empresas brasileiras. É importante que empresas importadoras que mantenham relações comerciais com a Ásia atentem-se à pagamentos e embarques, evitando atrasos que podem causar problemas no planejamento, visto que podem impactar de uma semana à um mês nas previsões de chagada das carga; no caso do ano novo chinês, que acontece em fevereiro, o recesso dura três semanas.

Tivemos este ano o feriado do Ano Novo Chinês dia 05 de fevereiro, porém as fábricas pararam em 25 de janeiro e só retornaram em 11 de fevereiro, algumas em 18 de fevereiro.
Os transportes internos também aderem aos recessos, consequentemente os navios e aviões cargueiros, que sem carga não saem. Foram inúmeros casos enviados entre 20 de janeiro e 20 de fevereiro, que tiveram suas coletas ou embarques realizados.

Teremos pela frente outro grande feriado, a semana de ouro dia 1º de Outubro, mas as festividades e o recesso no trabalho e escola são de 1º a 7 de outubro.

E então você está organizado com a sua mercadoria? Caso não esteja, consulte-nos que organizamos para você!

Pensando em auxiliar nossos clientes, seguem os principais feriados que teremos nessa metade de 2019 restante e, principalmente, para 2020:

Feriados na China 2019:
* De 7 a 9 de junho: Festival Dragon Boat;
* De 13 a 15 de setembro: Festival Mid-Autumn;
* De 1 a 7 de outubro: Golden Week (o segundo maior feriado chinês, quando é celebrado também o dia nacional.

Calendário de Feriados em 2020:
* De 24 a 30 de janeiro: Ano-novo chinês (Semana de ouro).
* 12 de março: Aniversário de Kuan Yin.
* De 3 a 5 de abril: Festival Qingming.
* De 1º a 3 de maio: Dia do trabalho.
* De 25 a 27 de junho: Festival do Barco do Dragão.
* De 1º a 7 de outubro: Dia Nacional (Semana de ouro).

Fonte: https://www.tuxx.com.br
Por Veronica Simonetti Nery.